“Triste”, diz Keulla sobre fazer boletins do BBB na pandemia

0
9

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

A apresentadora Fernanda Keulla, simpática e extrovertida como sempre, participou da live do “Elas no Tapete Vermelho”, nesta quinta-feira (14), falando sobre tudo, de BBB a dicas de beleza e revelando que pretende se casar em três anos. “Não quero morar junto. Quero namorar e quero a experiência de casar, mas não quero um  casamento com muita pompa”, afirmou a loura, que namora há um ano ano com o médico Matheus Costa.

Fernanda Keulla (Foto: Reprodução/Instagram)

Foto: Elas no Tapete Vermelho

Fernanda também falou como foi apresentar os boletins do BBB durante a pandemia, sem poder ir para a rua, nem entrevistar as pessoas. “Deprimente.É esta a palavra resume essa edição. O Big Brother é um programa popular, de povão. Muito triste não poder ter esse contato com a galera”, afirmou. Keulla, que viajou nesta sexta-feira (15) para Carmópolis, sua cidade natal, em Minas Gerais, para passar o resto da quarentena com sua família, também revelou o segredo de seus lábios carnudos, além de mostrar o que passa para tirar os pelos do rosto, quando começam a incomodar, e o produto que usa para esconder os cabelos brancos.

Confira trechos do bate-papo e no fim do texto, clique no link para ver a entrevista completa.

Moda pós-pandemia

“Ainda não dá para saber o que vai acontecer com a moda após a pandemia. É uma incógnita. As marcas estão procurando entender o que está acontecendo. Acho que vem uma conscientização. A pandemia trouxe uma ideia do pouco. A gente não vai precisar de muita coisa. Não vai ter mais o consumo desenfreado. Acho que não vai ter mais isso de entrar numa loja e ver uma coleção de perder de vista. Lembro de ver marcas com uma coleção com a mesma estampa em várias peças, com todo mundo usando tudo igual. Acredito que não vai ter mais esse consumo desenfreado. As pessoas vão comprar o que precisam. É o momento de comprar muito a moda nacional, as pequenas confecções. A gente tem muita coisa boa. Sempre vai ter uma peça icônica, de grife internacional, mas isso só com peças curingas, na minha opinião.”

Consumo consciente

“A  moda nunca vai morrer. Moda é atitude. E depois que tudo isso passar, é a atitude de cada pessoa que vai ser moda. Podemos brincar com as peças que temos no guarda-roupa, criando looks, até para pensar em sustentabilidade, preocupação com o meio ambiente, reaproveitamento e doação.

Ostentação

Não vai ter mais espaço também para ostentação. Já dá para ver esse movimento com as blogueiras. Acho que aquele momento de mostrar para dar a ideia de que é rica acabou.

Bocão

Durante a live, muitos participantes perguntaram sobre o batom vermelho que Fernanda Keulla estava usando. Ela confessou que se arrumou para participar do encontro com o “Elas no Tapete Vermelho”. Estava me arrumando para a Live do ‘Elas’ e coloquei essa blusa e vi as bocas, aí quis passar o batom vermelho também, que ganhei de uma fã. Em casa, a gente não usa muita roupa nem se arruma tanto igual quando a gente trabalha, que troca de roupa  sempre. E eu sempre uso muito batom nude. Foi uma oportunidade.”

Lábios

Keulla também revelou o segredo de seus lábios grossos. “Em casa, minha mãe e minha irmã são bocudas. Eu também sou, e quando era nova, era dentuça também. Meu lábio debaixo é grande. O de cima sempre foi mais fino. Minha dermatologista me deu uma pomada para passar toda noite. Se chama Fillerina, nem sei quanto custa, porque ganhei uma caixa dela. Eu passo no lábio de cima diariamente antes de dormir, assim iguala com a parte debaixo”. Atenção: É bom lembrar que não se deve usar nenhum creme na pele sem consultar um médico antes.

Pelo no rosto

“Outro truque que uso e é uma caneta para acertar as sobrancelhas, que uso para tirar os pelinhos do rosto. Fiz depilação a laser, mas quando nasce um pelinho , eu passo, porque a maquiagem fica melhor. Pode ser encontrada nessas lojas que vendem produtos de beleza. Minha mãe tem muito pelo no rosto, mas a depilação a laser não adianta para pelos brancos. Ela também usa a caneta e adora”.

Cabelos brancos

“Eu não sei fazer nada de cabelo, a unica coisa faço é lavar e secar. Make eu me viro. Todo mundo faz babyliss com tanta facilidade, que eu fico em choque quando vejo. Até comprei um para fazer. Vou tentar aprender nesta quarentena. Sou lotada de cabelo branco, mas não me atrevo a tingir por causa das luzes. Quando não dá mais para esconder ou quando faço um rabo de cavalo, uso um spray. É um trucão ótimo”. Fernanda usa o spray Magic Retouch, da L’Oréal..

Fernanda Keulla em outubro de 2013 (Foto: Divulgação)

Fernanda Keulla em outubro de 2013 (Foto: Divulgação)

Foto: Elas no Tapete Vermelho

O que mudou desde o BBB 13

Fernanda Keulla foi vencedora do BBB13, com mais de 62% dos votos e diz que as relações com o público mudou muito de lá para cá. “É um dilema. Uma grande questão na minha vida. Sou de uma geração que surgiu na TV. Na época, as redes sociais tinham acho apenas 10% da importância de hoje. Era outro tipo de comunicação. Quando eu saí da casa, o Instagram estava começando. Na época, quem chegava a 7 mil seguidores era uma coisa de outro mundo. Eu tenho ainda que me adaptar. Tenho que criar conteúdos diferentes. Por enquanto, minhas redes são abastecidas com meu dia a dia, os bastidores do programa. Estou anotando ideias para criar conteúdo”.

Receitas da família

Uma das ideias de Fernanda é publicar receitas da família, aproveitando sua estadia em Carmópolis. “É meu lugar no mundo. Vou fazer receitinhas da minha mãe e aproveitar para ficar com as pessoas que amo. Tem muitas receitas: pão de queijo, frango com quiabo, broinha de canjica. Misericórdia.Tem mesa com café, biscoito, pé-de-moleque o dia todo. É uma forma também de distribuir afago e carinho pelas redes sociais”.

Sou uma pessoa de fases. Eu como, como, como. Aí vejo que a pele fica ruim, começa a ter espinha, o metabolismo fica lento. Então, começo uma dieta, fico malhando etc.

Dieta pós-BBB

A apresentadora e ex-BBB revelou ainda que durante a permanência na casa mais vigiada do Brasil, come-se muito e muita besteira. “Tem as festas, com comidas ótimas, mas quem fica na xepa, come muita bolacha, manteiga, macarrão instantâneo. A gente chega a comer até uma semana só esse macarrão. Eu gosto,mas não como sempre.A gente engorda muito lá dentro. Minha mãe me ensinou que a gente tem de ser feliz. Se a pessoa estiver acima do peso, com exames ok, sem problema. Mas eu sai do BBB13 e nenhuma roupa me me entrava mais. Aí fiz uma dieta. Sou uma pessoa de fases. Eu como, como, como. Aí vejo que a pele fica ruim, começa a ter espinha, o metabolismo fica lento. Então, começo uma dieta, fico malhando etc. Mas depois, paro a academia e volto a comer.

Comendo besteira

“No Rio, faz uma semana que só como besteira. Estou junto com meu namorado para nos despedir, e ele bebe vinho todo dia, ama comida italiana. Eu não tenho o hábito de jantar, mas ele adora. Quando pede comida japonesa, vem um monte de fritura. Adora uma pizza de doce de leite de um lugar aqui perto. Em Carmópolis, tudo é natural, da horta. Então vai dar para tomar um suco verde pela manhã. Lá vou tentar me movimentar mais. Sou movida a personal. Pago alguém que me puxe do cabelo e me faça malhar, senão fico sem rumo. Eu estou vendo esse povo malhar em live e eu bato palma. Para eu ligar o celular para malhar tenho que ter muita força de vontade“.

Casamento

“Não estamos morando juntos, mas de vez em quando cada um vai para a casa do outro. Eu não quero essa experiência de morar juntos. Quero casar, mas não quero pompa. As pessoas sonham em juntar dinheiro e fazer um casamento grande. Eu quero uma coisa simples, não quero fazer da minha festa um evento. Se eu casar, talvez seja daqui três anos, quando meu pai fizer 70 anos. Juntamos as duas festas”.

Vestido de noiva sexy

“Meu stylist, Thidy Alvis, tem uma opinião ótima sobre vestido de noiva. Ele diz que tem o vestido que a pessoa sempre sonhou. Não importa se você vai casar com um modelo bolo de noiva, com vestido vermelho, preto, rosa, azul. Buquê grande ou pequeno. Tem que ser com o que você quer. Eu penso num vestido sexy, mas não quero tomara que caia. É só isso que sei, ainda não penso no assunto, fico vendo modelos só de rabo de olho”.

BBB na pandemia

Fazer os boletins do BBB durante a quarentena foi deprimente. Triste. O Big Brother é um programa popular, de povão, de abraço, de contato, de galera. As nossas locações eram muito movimentadas, como o calçadão de Madureira. Era uma alegria. Aí veio a pandemia e só gravava nos estúdios, sem plateia. Não via a Ana Clara o Thiago (Leifert). Nossa equipe foi reduzida, não tinha as famílias. Só na final encontrei a Thelminha (médica Thelma de Assis, vencedora da edição) e Ana Clara, mas só na hora de gravar.

Resultado do programa

“O BBB20 foi uma montanha de sentimentos. Fiquei muito contente com a vitória da Thelminha. Ela tem representatividade e teve postura o jogo. Fique muito feliz”.

Confira a live completa

Veja também:

Camila Queiroz usa colares de R$ 5 mil para limpar a casa

Elas no Tapete Vermelho

  • separator



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda