Saiba tudo sobre prótese mamária

0
44

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Os seios estão entre as principais marcas da figura feminina. Não por acaso, as próteses mamárias — os conhecidos implantes de silicone — estão em primeiro lugar no ranking das cirurgias plásticas mais procuradas no Brasil, segundo o Censo 2016, realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

O que acontece é que não são poucas as mulheres insatisfeitas com seus seios, seja por conta do tamanho, do formato, de assimetrias ou de flacidez. A solução para a maioria dos casos está, justamente, nas próteses mamárias, capazes de dar volume às mamas — ou restaurar o volume mamário perdido devido à perda excessiva de peso ou da amamentação, bem como corrigir as assimetrias e a flacidez, deixando a mama no formato desejado.

Além disso, o implante de silicone também é uma solução para as mulheres que passaram pelo que se chama de mastectomia — ou seja, a retirada total de uma ou das duas mamas, especialmente por conta do câncer de mama.

Se você se encaixa em alguma dessas situações, siga a leitura para saber mais sobre o assunto!

Sobre a cirurgia plástica

A cirurgia plástica para implante de silicone — a mamoplastia de aumento — é feita, basicamente, em quatro etapas. São elas:

1) Anestesia

Que pode ser local com sedação, ou pode ser uma anestesia geral.

2) Incisão

Nesse sentido, existem três padrões: . A escolha da técnica em questão varia de acordo como o tipo de implante, anatomia da paciente, preferência do cirurgião e o volume desejado.

3) Remodelagem dos seios

Durante o procedimento de implante de prótese mamária, levanta-se o tecido mamário subjacente, o que melhora a firmeza e o contorno da mama. Também, reposiciona-se o mamilo e a aréola; em seguida, o excesso de pele é removido para compensar a perda de elasticidade.

4) Fechamento das incisões

O último passo cirúrgico do implante de silicone é o fechamento das incisões. Nessa etapa, são feitas suturas em profundidade, dentro do tecido mamário, para que haja a sustentação do seio. Para auxiliar no fechamento, podem ser necessários adesivos de pele e fita cirúrgica.

Mas, como escolher a prótese mamária ideal?

É comum que as pacientes fiquem na dúvida a respeito de que prótese mamária colocar, já que existem diversos tipos que podem ser utilizados nessa categoria de cirurgia plástica. Elas podem variar em formatos (próteses redondas ou em gota, chamadas também de anatômicas) e em perfis ou projeções (próteses baixas, moderadas, altas e super altas) — e, com isso, gerar resultados diferentes no que se refere à aparência das mamas.

A escolha é feita com base nas expectativas de resultado da paciente e conforme a avaliação do cirurgião plástico — que também leva em conta o corpo da paciente (tamanho original de seus seios, a largura do tórax, a altura, o peso, etc.).

Para que você possa conhecer mais detalhadamente a respeito dos diversos tipos de próteses mamárias e refletir sobre o que mais lhe agrada, preparamos um conteúdo inteiramente dedicado ao assunto: Como escolher o tipo de prótese de silicone ideal para você!

O pré-operatório para a prótese mamária 

O pré-operatório, nesses casos, exige, em geral, exames de sangue, raio-x do tórax, eletrocardiograma, risco cirúrgico, mamografia (para mulheres acima de 40 anos) e ultrassonografia (para as com menos de 40 anos).

O pós-operatório 

Os principais cuidados, aqui, são:

  • Respeitar o prazo de repouso recomendado pelo médico;
  • Utilizar sutiã cirúrgico;
  • Evitar exposição ao sol nos primeiros 30 dias após o procedimento;
  • Não dormir de bruços nos primeiros 45 dias após a realização da cirurgia plástica;
  • Alimentar-se de forma saudável, especialmente por alimentos que não contenham muito sal; dentre outras recomendações.

Sobre a prótese mamária relacionada à mastectomia 

A prótese mamária também é uma opção — mais que isso, um direito garantido por lei — a quem passa pela cirurgia de retirada da mama. A chamada mamoplastia reparadora é uma maneira de devolver a autoestima perdida por muitas mulheres que enfrentam esta situação. Trata-se de um caminho para restabelecer o convívio social, devolvendo-lhes a segurança em relação à própria imagem.

Se esse for o seu caso, preparamos um conteúdo especialmente sobre o assunto: Prótese de silicone: opção para quem passa pela cirurgia de retirada da mama.

Em relação à cirurgia plástica para colocação de prótese mamária, ainda vale ressaltar que as próteses mamárias podem exigir substituição ao longo da vida, por conta das alterações provocadas pelas oscilações do peso, fatores hormonais e envelhecimento. Desta forma, é fundamental que a paciente mantenha o acompanhamento com seu cirurgião plástico!

Para mais informações sobre a cirurgia de implante de silicone (ou prótese mamária), entre em contato com Clínica Dr. Garabet. Aproveite o início do ano para tirar todas as suas dúvidas e marcar a sua consulta!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda