Pescadores presos em ilha deserta em SP são resgatados após 15h; vídeo | Santos e Região

    0
    53

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Três pescadores foram resgatados após ficarem em uma ilha deserta durante 15 horas em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Como um dos pescadores não sabia nadar, eles preferiram não encarar a maré alta e as ondas fortes e contaram com o resgate do Grupamento de Bombeiros Martímo (GBMar). Ninguém se feriu.

    Em entrevista ao G1 nesta terça-feira (7), o pescador José Sidney da Silva, de 45 anos, relatou que ele e os dois amigos chegaram à Ilha das Cabras por volta das 8h para pescar. Eles alcançaram o local enquanto a maré ainda estava baixa, com nível de água pouco acima dos joelhos.

    José explica que os três sabiam que a maré subiria mas que, de acordo com a previsão, ela voltaria a baixar por volta das 19h. “Perdemos a hora de voltar. Quando vimos, as ondas já estavam batendo forte, com a água na altura do pescoço”, afirma o pescador. Eles tentaram atravessar o mar nadando por volta das 17h, mas um dos três não sabia nadar e todos decidiram esperar.

    Foto tirada pelos pescadores pela manhã, quando chegaram à Ilha das Cabras, em Itanhaém. — Foto: Arquivo Pessoal/José Sidney da Silva

    Como a maré não baixou, por volta das 20h30 desta segunda-feira (6), o pescador acionou o Corpo de Bombeiros pedindo pelo resgate. Segundo os bombeiros, a equipe não encontrou condições de segurança para a retirada dos três, e entrou em contato com o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMar) para assumir a operação de resgate.

    “Estávamos bem, mas molhados pela primeira tentativa de voltar e com frio. Juntamos algumas pedras e fizemos uma fogueira para nos aquecer e ficamos esperando o resgate”, conta o pescador.

    Ao chegar pela Praia dos Pescadores, os guarda-vidas viram as lanternas dos três acenando para a equipe, chamando a atenção. O mar agitado dificultou a operação e, por telefone, o capitão do GBMar manteve contato com os três pescadores ilhados. “Eles ficaram o tempo todo nos dando informações, perguntando como estávamos”, conta José.

    Os guarda-vidas só conseguiram chegar à ilha por volta de 23h30, usando flutuadores e pranchões de salvamento. Eles foram levados de volta à praia em poucos minutos e passam bem.

    O pescador conta que exerce a atividade há mais de 10 anos e que nunca havia passado por uma situação parecida. Mesmo assim, José conta que pretende voltar à Ilha das Cabras no futuro. “Da próxima vez, com mais cuidado”, promete.

    Pescadores foram resgatados por volta das 23h30 desta segunda (6). — Foto: Divulgação/GBMar



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda