Irmão de jogador morto após defender namorada desabafa: ‘Não tenho raiva’ | Santos e Região

    0
    123

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    O jogador e amigos agrediram Maicon depois que uma mulher o acusou de assédio. Para a Polícia Civil, o técnico, que já tem passagem por tráfico de drogas, agiu em legítima defesa ao esfaquear Ewerton. Por isso, ele foi preso pela importunação sexual e teve o flagrante convertido em preventiva pela justiça.

    O irmão do jogador, o policial militar Elton Rodrigues de Melo de Souza, de 34 anos, disse ao G1 que estudou com o agressor na escola. “Nunca houve uma proximidade entre nós e sabíamos [entre os amigos] que ele tendia para o lado errado desde essa época. Ele já tem várias passagens criminais e já ficou preso também”.

    Câmeras registraram o momento em que o jogador de futebol levou uma facada em Bertioga

    Elton esteve no estabelecimento onde houve a confusão após o irmão ter sido esfaqueado. O jogador, gravemente ferido, já havia sido levado ao hospital. Maicon estava machucado e irmãs dele tentaram retirá-lo dali antes da chegada da polícia, conforme testemunhas informaram aos soldados naquela ocasião.

    “Em casa é dor e sofrimento. Eu não tenho raiva. Minha mãe está muito abalada e meu pai, que também é policial, está mais firme. Depois de tudo o que aconteceu, não pensamos em vingança, nem nada do tipo, mas que a justiça seja feita no tribunal. A nossa vida tem que seguir em paz”, afirma o irmão do jogador.

    De acordo com testemunhas ouvidas pelo G1, o jogador estava com alguns amigos e com a namorada em uma tabacaria. De repente, um homem teria ‘passado a mão’ na jovem na frente do rapaz. Os amigos do atleta agrediram o suspeito e o jogado dentro de um canal que fica perto do local. A ação foi grada por câmeras.

    Maicon Pereira Moreira, de 35 anos, suspeito de esfaquear e matar o jogador de futebol Ewerton Rodrigues de Melo de Souza  — Foto: Arquivo PessoalMaicon Pereira Moreira, de 35 anos, suspeito de esfaquear e matar o jogador de futebol Ewerton Rodrigues de Melo de Souza  — Foto: Arquivo Pessoal

    Maicon Pereira Moreira, de 35 anos, suspeito de esfaquear e matar o jogador de futebol Ewerton Rodrigues de Melo de Souza — Foto: Arquivo Pessoal

    Depois de ser agredido, o homem foi até a padaria localizada na avenida 19 de Maio. Ele pegou uma faca de pão e ameaçou o grupo. Em seguida, foi para cima do jogador e acertou uma facada nele. Ewerton chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

    Ewerton atuava na categoria sub-23 do Esporte Clube Rio da Praia. “O dia amanheceu cinza para a nação azul. Faltam palavras para descrever o que todos estamos sentindo nesse momento. Nosso atleta do sub-23 Ewerton Rodrigues foi morto nessa madrugada. Toda a força do ECRP para os familiares e amigos! Luto”.

    Ewerton (no canto à esquerda) e os amigos jogadores de futebol — Foto: Arquivo PessoalEwerton (no canto à esquerda) e os amigos jogadores de futebol — Foto: Arquivo Pessoal

    Ewerton (no canto à esquerda) e os amigos jogadores de futebol — Foto: Arquivo Pessoal



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda