Evolui recuperação de saúde do governador após cirurgia – Agência Brasília

0
32

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.
Durante a coletiva, médicos que acompanharam o procedimento apresentaram dados positivos sobre a saúde do governador | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, evoluiu bem nas primeiras 24 horas após passar por uma cirurgia no aparelho digestivo. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (27), a equipe médica que realizou o procedimento afirmou que o chefe do Executivo local já se alimenta por via oral, por enquanto uma dieta líquida que passará a ser pastosa a partir de quinta-feira (28).

“Ele não está se alimentando por meio de sonda”, informa o intensivista e coordenador de terapias intensivas da Rede D’Or, Marcelo Maia. “Ontem à noite já iniciamos a dieta líquida, isso é sinal que o abdômen dele vem evoluindo de forma favorável. Todo pós-operatório gera uma expectativa clínica, mas o governador evolui muito bem já no pós-operatório imediato. Ontem à tarde ele já estava praticamente sem aquela dor que apresentava na chegada ao hospital.”

Recuperação adiantada

A partir desta quarta-feira, Ibaneis também vai caminhar mais na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde está fazendo uma fisioterapia progressiva. Ele deve receber alta da UTI e se transferir para um apartamento na quinta-feira. “Cada dia é um dia”, explica Marcelo Maia. “Vamos reavaliá-lo pela manhã e, se ele tiver condições provavelmente, estará de alta”.

O cirurgião Ronaldo Cuenca ressaltou que o fato de Ibaneis ter sido submetido a uma videolaparoscopia (cirurgia sem um corte grande na parede abdominal) vai contribuir para a recuperação total do governador. Segundo o médico, foram feitas seis pequenas incisões no abdômen dele, duas de um centímetro e quatro de meio centímetro. “Isso proporciona a ele um retorno às atividades mais precoce”, afirma.

Vida normal

Os médicos afirmaram que o chefe do Executivo poderá se alimentar normalmente, mas deverá tomar alguns cuidados.  “É vida normal, não há restrições. Depois vamos traçar para ele um planejamento de dieta que cause uma menor irritação ao aparelho digestivo”, detalha Marcelo Maia, segundo o qual lesões intestinais, como a ocorrida com o governador, são comuns.

“Podem ocorrer quando a pessoa ingere algum alimento que tenha osso”, explica. “Existem perfurações na região do esôfago que são mais graves, mas essas lesões intestinais costumam ocorrer”.

Emergência

O governador foi internado às 14h30 de segunda-feira (25) no hospital DF Star. O quadro era de dor abdominal aguda. Os exames laboratoriais foram realizados duas vezes e a equipe médica decidiu fazer a cirurgia para que a situação não se agravasse.

A operação detectou e corrigiu uma perfuração no intestino causada pela ingestão de um fragmento de osso animal, um fragmento de osso de galinha ou espinho de peixe.

 

 

 

 

 

 





Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda