Evite danos aos fios: veja dicas de como cuidar das tranças nagô

0
14

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Usa tranças nagô ou pretende aderir ao visual? Você precisa ficar atenta (o) aos cuidados diários para evitar danos aos fios, pois com a proximidade com o couro cabeludo, e também por tensionar os fios, a aplicação incorreta ou o mal cuidado das tranças nagô pode causar alopecia por tração. Com base em um conteúdo do Minha Vida, reunimos algumas informações sobre a técnica e dicas de cuidados. 

A trança nagô, ou trança raiz, é uma técnica de trançado realizada bem rente à base dos fios do cabelo, estendendo-se pelo  comprimento. Esse trançado por ser feito com cabelo natural ou com a adição de fios de fibra sintética. 

A médica dermatologista Julia Rocha explica que o uso de penteados apertados (tranças e até adereços) pode favorecer a alopecia, que é um tipo de queda de cabelo causado por um processo inflamatório no couro cabeludo. Ela pode até destruir o folículo capilar definitivamente.

“Quanto maior for a fragilidade dos fios e menor a densidade dos mesmos, estaremos diante de uma maior probabilidade do desenvolvimento da alopecia por tração”, explica Julia Rocha ao portal.

Dicas para manter a saúde dos fios 

1- Evite penteados muito apertados (como coques no topo da cabeça e rabos de cavalo) e finalizador;

2- Priorize tranças mais curtas e com materiais mais leves;

3- Na hora de fazer, tente não deixar a base das tranças muito apertada; 

4- Faça intervalos entre tirar e colocar novamente as tranças com o cabelo natural; 

5- Não fique muito tempo com as mesmas tranças;

6- Em casos de aparecimento de “espinhas” no couro cabeludo, descamação, vermelhidão, desconforto e dor de cabeça procure um especialista, pois são sinais das fases iniciais da alopecia de tração; 

7- Na hora de dormir busque deixar as tranças soltas dentro de uma touca de cetim, isso pode tornar o sono mais confortável;

8- Faça a higienização do cabelo normalmente. Lavar ao menos uma vez por semana, usar shampoo e condicionador, optar por lavagem em  água fria e secar com uma toalha de algodão.

“Recomendamos apenas diminuir o uso da máscara, pois será aplicada diretamente no couro cabeludo, podendo aumentar a oleosidade”, acrescenta a médica dermatologista Nandara Paiva ao Minha Vida. 



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda