Dicas saudáveis para alimentar o seu bebê- OVALE

0
15

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Kadu Giacomini |

Hoje o meu conteúdo será focado para as mamães que desejam fazer comida orgânica e caseira para seus bebês, mesmo sem muito tempo disponível.

Essa preocupação surgiu porque um relatório divulgado há algumas semanas pelo Subcomitê de Política Econômica e de Consumo do Comitê de Supervisão da Câmara dos Estados Unidos encontrou metais pesados em cereais de arroz, purê de batata doce, sucos e salgadinhos feitos por alguns dos nomes mais confiáveis em “alimentos” para crianças.

Mesmo que estes metais descritos nas descobertas do congresso existam naturalmente no suprimento de alimentos, os especialistas dizem que existem alguns passos que os pais podem tomar para reduzir a quantidade.

Venho trazer dicas de receitas fáceis que podem ser feitas em um piscar de olhos.

Antes de tudo, priorize uma dieta saudável e variada dando preferência a produtos orgânicos. Crianças devem comer uma variedade de frutas e vegetais (pense em folhas verdes, frutas vermelhas frescas e abacate, além de seus vegetais favoritos); limite a quantidade de arroz no menu (produtos à base de arroz têm testado mais alto para arsênico), assim como cereais de arroz e biscoitos de dentição feitos com arroz. Desta forma, você ajuda a diminuir a exposição do bebê a essas toxicidades.

Como consequência dessas notícias, está rolando cada vez mais a preocupação e troca entre os pais de receitas de purê ou sopas orgânicas. No entanto, como algumas das receitas são demoradas ou feitas com muitos ingredientes, pode ser inviável fazer comida para bebês em casa, especialmente, se as restrições de tempo também afetarem a equação.

Quando se trata de purês, a tarefa não precisa ser difícil de se concretizar, principalmente com a gama de opções de receitas menos complexas. Então, esta semana decidi trazer algumas ideias fáceis, orgânicas e caseiras de comida para bebês, para as mamães e papais ocupados.

Além dos benefícios energéticos para o organismo do corpo dos seu filho, o hábito de evitar alimentos industrializados e focar em orgânicos colabora para o fortalecimento e aumento da imunidade, o que colabora para a resistência contra o coronavírus.

Na dúvida, sempre pergunte ao seu pediatra sobre as melhores opções para seu filho. Pergunte, pergunte e pergunte!

Creme de cenoura

1 cenoura média

2 colheres de chá de azeite de oliva

Modo de preparo

Descasque as cenouras, corte-as em fatias finas e refogue rapidamente numa colher de chá de azeite. Cubra-as com água, tape e deixe-as cozinhar entre 8 a 10 minutos, até ficarem macias. Quando cozidas, retire-as e amasse-as finamente com um garfo e adicione cerca de 50ml do caldo da cozedura, até obter uma mistura homogénea. Coloque um fio de azeite e está pronta a servir!

Dicas:

Em vez de cenouras, pode utilizar beterraba ou abóbora, variando o tempo de cozedura, consoante a escolha.

Pode também preparar grandes quantidades e congelar a papa em pequenas porções após o arrefecimento.

Papinha de lentilha e abóbora

Ingredientes

Abóbora sem sementes e sem casca – usei uma fatia não muito grossa.

Uma xícara de lentilhas

Água

Uma pitada de sal

Modo de preparo

Em uma panelinha coloque a abóbora picada, a lentilha, uma pitadinha de sal e cubra tudo com água.

Em fogo médio deixe cozinhar até que a água dê uma boa secada e as lentilhas estejam macias.

Bata tudo em um liquidificador.

DICA CULINÁRIA DE OURO : O ideal é sempre deixar as leguminosas e cereais de molho pois esses alimentos possuem algo chamado ‘fitato’, o fitato é um fator ‘anti-nutrientes’ uma espécie de proteção da planta que impede que todos os nutrientes contidos naquele alimento sejam absorvidos pelo nosso corpo, quando deixamos de molho, escorremos a água e cozinhamos em uma nova água conseguimos remover o fitato e tornar o alimento mais biodisponível. Além disso deixar de molho é importante porque durante a digestão o alimento causará menos gases – dica de ouro para evitar cólicas nos bebês!

MINGAU DE QUINUA COM LEITE DE AMÊNDOAS

Ingredientes:

1 xic. de quinua, bem lavada para tirar o amargor

2 xic. leite de amêndoas caseiro*

1 colh. (sopa) do açúcar (usei baunilhado)

1 colh. (chá) extrato natural da baunilha

1/4 xic. cranberries (ou cerejas secas, ou mesmo uvas passas)

2 colh. (sopa) amêndoas picadas ou em lâminas

Preparo:

Coloque a quinua, o açúcar e 2 xíc. de leite de amêndoas numa panela pequena de fundo grosso e leve à fervura. Abaixe o fogo e cozinhe, mexendo de vez em quando, por 15-20 minutos, até que a quinua esteja cozida.

Junte a baunilha e as cranberries e cozinhe por mais uns 3 minutos, para terminar de engrossar.

Distribua entre as tigelinhas, polvilhe com as amêndoas picadas, e, se quiser, mais um pouco de açúcar e leite de amêndoas.



Fonte