Cubatão, Guarujá e Itanhaém estão em estado atenção devido à Covid-19, diz estado | Mais Saúde

    0
    17

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    Cubatão, Guarujá e Itanhaém, localizadas na Baixada Santista, região de São Paulo, foram colocadas em estado de atenção pelo governo estadual, devido ao aumento de casos e internações por Covid-19. A cidade com a maior taxa de ocupação divulgada é Cubatão, com 76,5% dos leitos sendo utilizados.

    Segundo os últimos boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, na noite desta terça-feira (1º), a Baixada Santista contabilizava 70.837 confirmações e 2.450 mortes pela doença. Ao todo, são 4.107 casos suspeitos e 58.030 pacientes recuperados. A região registrou 277 novos casos de Covid-19 e 13 óbitos decorrentes da doença em um período de 24 horas.

    O governador João Doria divulgou, na última segunda-feira (30), as 63 cidades de São Paulo que foram colocadas em alerta pelo Centro de Contingenciamento do Coronavírus.

    O estado avaliou municípios com mais de 70 mil habitantes e com ocupação média de leitos maior que 75%, ou com aumento em mais de 10% na comparação dos últimos sete dias com os sete dias anteriores. Os dados analisados pelo estado são até sábado (28). Cubatão, Guarujá e Itanhaém estão nesta lista.

    Nesta terça-feira (1º), os prefeitos destes municípios participaram de uma reunião por videoconferência para adoção de estratégias de enfrentamento à pandemia.

    De acordo com a Secretaria de Saúde de Cubatão, há dez pessoas internadas em leitos de Covid-19 no município. No total, são 14 leitos disponíveis no município, sendo dez na rede pública e quatro pela rede particular. A taxa de ocupação é de 76,5%.

    Em Itanhaém, segundo o boletim desta terça-feira, há nove pacientes internados em unidades de saúde, sendo três em UTI e seis em leitos de enfermaria. A administração municipal não respondeu quantos leitos, no total, a cidade possui.

    Em Guarujá, a administração informou que a ocupação atual dos leitos de Covid-19 na rede municipal de saúde é de 47% em leitos de enfermaria e 40% na UTI. O município monitora 38 pessoas internadas, sendo 12 em UTI. O prefeito Valter Súman falou sobre o assunto à TV Tribuna nesta quarta-feira (veja abaixo).

    Prefeito de Guarujá fala sobre a ocupação dos leitos de Covid-19 na cidade

    De acordo com a Prefeitura de Santos, há 329 pacientes internados em unidades públicas e particulares da cidade, sendo 151 em leitos de UTI. A taxa de ocupação dos 694 leitos de Covid-19 na cidade está em 47%. Entre os 288 leitos de UTI, a ocupação é de 52%. No SUS, esta taxa é de 39%, e na rede privada, de 67%.

    Em São Vicente, há 19 pessoas internadas, sendo duas em Unidades de Terapia Intensiva. A prefeitura não respondeu quantos leitos estão disponíveis à população.

    Em Bertioga, até esta terça-feira, cinco pacientes estavam internados em leitos de Covid-19 e dois em leitos de UTI, disponibilizados aos casos mais graves da doença. No total, a cidade possui oito leitos de enfermaria e cinco de UTI adulto.

    Mongaguá conta com quatro leitos de enfermaria destinados aos pacientes com Covid-19 na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, e um no Hospital Municipal. Conforme a última atualização do boletim diário, feita nesta terça, a UPA contava com dois leitos ocupados.

    As prefeituras de Praia Grande e Peruíbe não responderam os questionamentos até a última atualização desta reportagem.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda