Cestas básicas serão distribuídas para 5,5 mil famílias de alunos da rede municipal de Santos | Educação

    0
    52

    Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

    .

    As famílias dos alunos da rede municipal de ensino de Santos, no litoral de São Paulo, receberão cestas básicas a partir deste terça-feira (7). A Prefeitura distribuirá 5,5 mil cestas para os cadastrados no programa Bolsa Família, como forma de compensação pelas refeições que eram fornecidas nas unidades escolares.

    A medida tem como objetivo garantir a segurança alimentar dos estudantes durante a quarentena causada pela pandemia do novo coronavírus.

    De acordo com a prefeitura, poderão receber o benefício as famílias dos alunos dos ensinos Infantil e Fundamental. A distribuição será feita em 41 escolas de Ensino Fundamental e 16 do Ensino Infantil. O orientador educacional ficará responsável por entrar em contato com as famílias.

    Cada uma das cestas básicas pesa 30 kg e conta com a quantidade de alimentos suficiente para durar, em média, de 20 a 30 dias de consumo em uma família com cinco pessoas. Inclui mais de 20 itens, entre 10kg de arroz e 5kg feijão, além de macarrão, molho, óleo, leite em pó, lata de atum e biscoito, entre outros produtos. Também serão entregues ovos de chocolate às crianças em celebração à Páscoa.

    A Câmara de Santos deverá votar em um projeto de lei que prevê a concessão de bolsa-alimentação para 11.539 alunos em situação de vulnerabilidade social da rede municipal e das entidades subvencionadas. A medida também visa garantir a necessidade nutricional de famílias mais vulneráveis no período de suspensão temporária das aulas.

    Segundo a administração municipal, os valores da bolsa-alimentação serão de R$ 101 para alunos de creche; R$ 63 para pré-escola; e R$ 55 para Ensino Fundamental. Os mesmos recursos serão injetados pela iniciativa privada, por meio da ONG Comunitas, em cada faixa de ensino, dobrando os valores.

    Ainda segundo a prefeitura, receberão o cartão alimentação 2.737 matriculados em creches; 1.808 na pré-escola; e 6.994 do Ensino Fundamental. Os critérios de prioridade para obter o benefício são: famílias em situação de extrema pobreza que não recebem Bolsa Família, famílias em situação de extrema pobreza que recebem Bolsa Família e famílias em situação de pobreza que recebem Bolsa Família.



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda